nov 01

Queimaduras são feridas que surgem nos tecidos da pele, cabelo, músculos, olhos, tendões e ossos a partir do contato com os agentes causadores: combustíveis, superfície superaquecida, radiação solar, frio, substâncias químicas, eletricidade, entre outros.

img_blog_queimadura-02

A gravidade da queimadura pode ser dividida em três graus:

1º grau

A região fica avermelhada, um pouco inchada e leve dor. Nesse caso, geralmente, não há o surgimento de bolhas e cicatrizes, mas o aparecimento breve de manchas escuras.

2º grau

Esse tipo de queimadura afeta mais profundamente epiderme e derme a já há a formação de bolhas e desprendimento da pele, além de dor mais intensa. A recuperação é mais lenta e há possibilidade de cicatrizes;

3º grau

É o caso mais grave, podendo levar à morte. Esse grau destrói completamente todas as camadas da pele. A área costuma ficar esbranquiçada ou carbonizada e a dor é pequena, já que atinge as terminações nervosas.  A queimadura pode necessitar cirurgia e sempre há cicatrizes na evolução.

O tratamento para as queimaduras vai depender do grau.  Para o primeiro grau, recomenda-se deixar a área sob água fria e corrente para diminuir a temperatura. Além disso, você pode colocar compressas frias para atenuar a dor e o edema; também aplicar cremes de corticoides.

No segundo grau, a orientação e cobrir a área com gaze e vaselina, mantendo os curativos até a cicatrização completa. É ideal que tome bastante líquido e em caso de dor, é provável que o médico receite um analgésico.

img_blog_queimadura-01

O último grau e o mais grave, a orientação é que vá para o hospital o quanto antes. Muita gente costuma se automedicar ou utiliza receitas caseiras para resolver o problema. Nunca faça uso de sal, açucar, pasta de dente ou qualquer outro produto, pois pode provocar complicações na queimadura. Além disso, evite aplicar gelo diretamente sobre a ferida ou tocá-la para não haver infecção. Nesses casos, procure sempre um médico o quanto antes.

Para melhor opção de tratamento das manchas causadas por queimaduras, procure seu dermatologista.

Postado por

CompartilharFacebookTwitterGoogle+WhatsappEmail

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *